Pálpebras caídas e bolsas de gordura nos olhos tem solução - Blefaroplastia - Cirurgia das pálpebras


O nosso olhar é uma das características mais marcantes de nosso rosto, com o passar do tempo e os fatores externos como exposição excessiva do sol, a pele das pálpebras envelhecem e perde sua elasticidade, tornando-se flácida, com rugas e bolsas de gordura, causando um aspecto cansado e envelhecido. Dr. Luiz Anizio Wanna Pereira esclarece que a procura para a operação das palpébras não é só devido a questão estética, porque a ptose (queda) das pálpebras pode interferir no campo visual. A cirurgia das pálpebras também conhecida como Blefaroplastia, deixa o olhar mais vivo e jovem e os resultados são notáveis e naturais.

 A Blefaroplastia, é a cirúrgia estética para o rejuvenescimento facial na região dos olhos, especificamente as pálpebras. Os primeiros sinais de envelhecimento aparecem geralmente nos olhos. Os excessos de pele e as bolsas de gordura aparecem mais pela manhã, ao acordar, deixando a pessoa com uma aparência cansada e envelhecida. A blefaroplastia pode ser associada a outros procedimentos, como o lifting facial, preenchimento de rugas e levantamentos de sobrancelhas. A cirurgia plástica das pálpebras é um dos procedimentos cirúrgicos mais procurados.

 Indicação para a cirúrgia das pálpebras

A Blefaroplastia é indicada para corrigir a flácidez das pálpebras superiores e inferiores, removendo o excesso de pele e as bolsas de gordura. Este procedimento não é indicado para correção de pés de galinha, rugas nos olhos, olheiras, sobrancelhas caídas, nesses casos, é indicado associar a Blefaroplastia (cirurgia das pálpebras) a outros procedimentos.

O que provoca as bolsas de gorduras e a queda nas pálpebras? 

Com os fatores ambientais, como exposição solar, a rede de sustentação da pele vai se deteriorando e a pele como consequência vai perdendo sua estrutura e elasticidade, ficando flácida. Mudanças na camadas musculares também acontecem, enfraquecendo, e perdendo a elasticidade da pele pelos efeitos gravitacionais. Os depósitos de gordura também chamados como bolsas de gordura que normalmente ficam abaixo dos olhos dão às pálpebras um aspecto cansado e pesado. 

Quando operar? 

Geralmente é a partir dos 35 anos, exceto em casos que a cirurgia seja indicada mais precocemente, como em situações de genética.

Riscos e Complicações

Em pacientes portadores de patologias, como: doenças tireoidianas, olho seco com produção insuficiente de lágrima, hipertensão arterial, doenças cardíacas ou diabetes, as patologias devem ser primeiramente bem controlados e estabilizados para somente após se fazer o procedimento de cirurgia das pálpebras.

Como é feita a cirurgia das pálpebras

Antes do início do procedimento, a área a ser tratada passa por uma assepsia, é limpa, e é administrado um anestésico. Geralmente é indicada uma anestesia local com sedação, assim as pálpebras e as locais próximos ficarão dormentes, e a paciente relaxada. Caso o médico cirurgião plástico ache conveniniente para maior segurança na cirurgia poderá optar pela anestesia geral, onde o paciente dormirá durante o procedimento. Após a anestesia os cortes são feitos nos sulcos naturais superiores e sob os cílios na pálpebra inferior. As bolsas de gordura são eliminadas, assim como a pele excedente e a musculatura flácida. as incisões são fechadas com pontos que podem ser absorvidos ou não. Quando o paciente possui pouca flácidez é utilizada uma incisão chamada transconjuntival, que atinge as bolsas diretamente sem necessidade de corte sobre a pele. O médico pode aplicar uma pomada protetora e, em alguns casos, pequenas bandagens esterilizadas para manter as incisões úmidas e permitir melhor cicatrização.

Duração de uma cirurgia de blefaroplastia 

A duração da cirurgia é de aproximadamente uma ou duas horas, dependendo da extensão do tratamento.

Recuperação da blefaroplastia e o pós-cirúrgico

  • Pode ocorrer uma pequena sensação de desconforto que pode ser controlada com analgésicos.
  • Recomendamos o uso de compressas de gazes embebidas em soro fisiológico gelado sobre os olhos nas 12 horas após a cirurgia para diminuir o inchação.
  • Procure sempre que puder manter a cabeça elevada
  • Evite dormir de lado ou de bruços na primeira semana após a cirurgia.
  • Evite esforços visuais desnecessários, exposição a vento, poeira, luz solar ou calor excessivo.
  • Utilize sempre óculos escuros ao sair e proteção com chapéu ou boné, além de filtro solar.
  • Procure voltar a praticar atividades físicas de maneira gradativa.

Cicatrização da cirurgia de pálpebras

Logo após a cirurgia é feito um curativo com pomada oftálmica lubrificante. Na cicatrização é importante saber que cada pessoa tem o processo de cicatrização diferente que não depende do médico e sim do próprio organismo.

 Resultados da blefaroplastia

Os resultados de uma blefaroplastia são bem duradouros, a cirurgia de pálpebras mantem a aparência dos olhos renovada e revitalizada por muitos anos.Os primeiros resultados da cirurgia aparecem em algumas semanas a medida que o inchaço e as manchas roxas vão desaparecendo.