Cerúmen – Cera de ouvido - Cerume


Seus ouvidos podem acabar entupidos quando há o acúmulo excessivo de cera (cerúmen). A cera de ouvido é muito importante e é uma substância natural que ajuda a proteger o ouvido e o canal auditivo de bactérias, sujeira e outros corpos estranhos. 

A cera não é um problema de saúde, todos possuem cera. O ouvido externo é autolimpante, e suas celulas vão se renovando de dentro pra fora, por isso a cera muitas vezes sae naturalmente de dentro do ouvido eliminando a cera antiga. Dra. Ana Laura Alvarenga Brandão Wanna otorrinolaringologista, esclarece que o acúmulo de cerume é assintomático, mas pode causar incômodos como, perda de audição, coceira, desconforto e sensação de ouvido entupido.

O cerúmen é uma substância que é produzida no canal auditivo, localizada entre o tímpano e o buraco da orelha. A região mais próxima de fora do ouvido possui glândulas ceruminosas e sebáceas, que  servem para proteger os ouvidos de poeira e qualquer organismo que podem afetar a audição e causar infecções. A cera de ouvido é o resultado dessas secreções misturadas com sujeiras, bactérias, água, restos de peles e pelos que existem no ouvido. A cera de ouvido existe somente no terço mais externo no ouvido, se estiver mais próximo do tímpano significa que foi empurrada por cotonetes, grampos ou qualquer outro corpo estranho introduzido no ouvido.

Diferente do que a maioria das pessoas pensa, o cerume não é uma secreção, uma sujeira que sai do ouvido e precisa ser removida. A função do cerume é impermeabilizar o canal e combater infecções. Apesar de sua coloração escura, é estéril, tem um pH bastante ácido, tem anticorpos e enzimas, fornecendo um importante efeito antibacteriano. 

Quando o excesso de cera vira um problema

A cera do ouvido é muito importante para a proteção do ouvido. Não é recomendado retirar a cera, pois assim, deixará o ouvido a mercé das bactérias e fungos, podendo causar inflamação e infecções como otites e outras, além de ocorrer o risco perfurar o tímpano causando danos permanentes.

Apesar da cera de ouvido ser uma substância natural que ajuda a proteger o ouvido e o canal auditivo, ela pode se acumular  devido a produção em maior quantidade, excesso de limpeza da orelha, estreitamento do canal auditivo, podendo causar um tampão de cera causando dificuldades auditivas ou um certo incômodo.

Geralmente o tampão de cera também conhecido como impactamento de cera é causado por entupimento de cera no ouvido devido ao uso de cotonetes e ou objetos estranhos que empurraram a cera para dentro do canal, que foram usados para “limpar” o ouvido.

O que pode causar o cerume impactado


O uso de cotonete frequente pode criar uma rolha no fundo do canal auditivo, fazendo que o processo natural de limpeza do ouvido seja incapaz de empurrar para fora do ouvido todo cerumem impactado. Pois quanto mais cera se tira do ouvido, mais cera é produzida.

Com o passar dos anos, as pessoas produzem um cerúmem mais duro e menos lubrificado, podendo causar uma redução na capacidade de expulsar a cera.

Nem sempre conseguimos encontrar um motivo claro para a ocorrência do entupimento de cera no ouvido, algumas pessoas simplesmente produzem mais cera do que o ouvido é capaz de eliminar, sendo mais propensas a terem o entupimento de ouvido.

Pessoas com alterações na anatomia do ouvido, seja por nascença, infeccões frequentes de ouvido ou causadas por traumas poder ter um canal auditivo mais estreito favorecendo a impactação de cerume.
A sensação de entupimento do ouvido é quase sempre de diminuição da audição, podendo ocorrer também dores e raramente tonturas.

Os problemas que causam o acúmulo de cera

Os problemas de acúmulo de cera pode causar:

  • Diminuição da audição
  • Coceira no ouvido
  • Sensação de ouvido entupido
  • Dor de ouvido
  • Tosse
  • Zumbido
  • tonturas

Quando isso acontece um médico deverá ser procurado para que retire de modo adequado o excesso de cera no canal da orelha externa.

A remoção da cera do ouvido pode ser perigosa, pois ao inserir algo no canal auditivo corre-se o risco de perfurar o tímpano, além de deixar o ouvido a mercê de organismos que podem causar infecções como otites.

O organismo da maioria das pessoas produz cera o suficiente. Se você tiver muito pouca, seu ouvido pode ficar seco e coçando. Isso pode deixá-lo mais propenso a infecções.

como tratar o impactamento de cera



Nunca use cotonetes ou qualquer outro objeto para limpar o interior do ouvido. O objeto pode acabar sendo empurrado fundo demais, danificando seu canal auditivo. Além disso, corre-se o risco de empurrar a sujeira e compactá-la ainda mais no fundo do ouvido.

É sempre recomendado procurar um médico otorrinolaringologista para retirar a cera impactada do ouvido. dependendo do problema o médico poderá optar por:

Lavagem do ouvido ou Irrigação:  que apesar de parecer ser um procedimento simples, deve ser feita por profissional habilitado e treinado, uma vez que desta podem ocorrer complicações, dentre as quais perfuração de membrana timpânica, otite externa e tonturas.

Remédio a base de ceruminolíticos:  que são substancias que podem ser pingadas no ouvido para amolecer o cerúme para facilitar a expulsão natural da cera.

Remoção mecânica: que é feita com instrumentos especiais podendo remover facilmente o excesso de cera.

A lavagem de ouvido é contraindicados em pacientes com diabetes, perfuração de membrana timpânica, otite externa, tubos de ventilação, ou historia de cirurgia previa no ouvido não devem ser submetidos à lavagem de ouvidos.