Após a cirurgia, curativos ou bandagens podem ser aplicados sobre as incisões e você pode ser envolto em uma bandagem elástica ou compressão para minimizar o inchaço e sustentar os novos contornos do abdômen à medida que cicatrizam. Um dreno pode ser temporariamente colocado sob a pele para drenar qualquer excesso de sangue e de fluido que possam acumular

  • Evitar esforços por 14 dias.
  • Levantar-se tantas vezes quanto lhe for recomendado por ocasião da alta hospitalar, obedecendo aos períodos de permanência sentada, assim como evitar escadas longas.
  • Não se exponha ao sol ou friagem, por um período mínimo de duas semanas.
  • Evitar sol, vento e friagem, por 14 dias.
  • Andar curvada, com ligeira flexão do tronco, e manter passos curtos, por um período de 10 a 15 dias.
  • Obedecer à prescrição médica.
  • Voltar ao consultório para os curativos subseqüentes, nos dias e horários estipulado.

Pós-operatório da abdominoplastia

Durante um período mínimo de 35 dias, é obrigatório o uso de malha compressora, também conhecida como cinta pós-cirúrgica, de tamanho adequado ao paciente. Também é necessário evitar esforços físicos, como carregar peso, além de procurar manter-se numa postura levemente curvada durante os primeiros 15 dias. O paciente deve caminhar dentro de casa com amparo de alguém e evitar subir e descer escadas. 

Antes da liberação médica o paciente também não deve dirigir e não pode usar roupas apertadas (roupas íntimas, calças jeans, etc.). É fundamental o cuidado ao sentar-se para não esticar demais o tronco e não se curvar demais para frente. Exposição ao sol, ao calor excessivo e compressas quentes no local da sutura da abdominoplastia também são proibidos. 

O paciente deve seguir todas as orientações até conseguir a liberação médica para retomar a rotina normal aos poucos. 

O cirurgião plástico deve prescrever analgésicos para serem usados caso o paciente sinta dor no período pós-cirúrgico. É comum que o paciente sinta incômodos nos primeiros dias, mas isso vai sumindo gradativamente.

 

Recomendações Pós-operatórias:

  • Evitar esforços por quatorze dias;
  • Evitar molhar o curativo durante a primeira fase;
  • Não se expor ao sol e friagem até autorização médica;
  • Andar curvada, com ligeira flexão do tronco e manter passos curtos, por um período de 14 a 20 dias;
  • Em caso de paciente muito obesa, poderá ocorrer após o oitavo dia, a eliminação de certa quantidade de líquido amarelado ou com sangue por um ou mais pontos da cicatriz;
  • Salvo em casos especiais, alimentação livre a partir do segundo dia, principalmente a base de proteínas e vitaminas;
  • Usar cinta elástica por dois meses;
  • Atividades que exigem maior esforço físico, como dirigir e fazer ginástica, só poderão ser retomadas após trinta dias;

 

O pós operatório da abdominoplastia requer repouso. Durante os dias que se seguem após a cirurgia é recomendado que o indivíduo não faça esforços, alimente-se de forma saudável, beba muita água e use a cinta modeladora durante o dia e também a noite.

A cinta modeladora só deve ser retirada para o banho e para limpeza da cicatriz, devendo ser novamente vestida após este cuidado. A cinta irá pressionar a região abdominal conferindo maior conforto, facilitando os movimentos e irá evitar o acúmulo do seroma. Ela deve ser utilizada desde o dia da operação até aproximadamente 45 dias do pós operatório. Durante esta fase é normal sentir algumas dores, e quanto a isto pode-se recorrer à toma de analgésicos como o Paracetamol, por exemplo. Para facilitar as idas ao banheiro, a toma de suplementos à base de fibras, como o Benefiber, pode ser de grande ajuda.

As atividades do dia a dia podem aos poucos serem retomadas, desde que não cause dor ou incômodo. Situações como febre, saída de líquido, muitas dores, que não passam com os analgésicos e inchaço geral podem representar algo mais grave e o médico deve ser prontamente contactado.

Nos primeiros meses após a abdominoplastia pode ser necessário ter que se recorrer à outros tratamentos estéticos como lipocavitação para melhorar os resultados, caso tenha ficado alguma imperfeição.

 

Recomendações pós-cirúrgicas:

 

O uso de cinta modeladora é imprescindível no pós-operatório, ajudando a remodelar o novo formato do abdômen, diminuir o acúmulo de líquidos e também acelerar a recuperação através da compressão da região operada. 

Nos primeiros dias o paciente deverá manter sua postura curvada, para não comprometer os pontos. 

Ao dormir, também deverá manter a posição curvada com o auxilio de travesseiros debaixo dos joelhos e nas costas. 

Sessões de Drenagem Linfática e Ultrassom aceleram a recuperação, promovendo a absorção de inchaços e melhorando a cicatrização interna.