Instituto Wanna

Pré-Operatório Mamoplastia

Pré-Operatório

Antes de realizar uma cirurgia, é natural surgir insegurança e dúvidas em relação ao procedimento, a anestesia, os exames e até o pós-operatório.

Toda cirurgia exige cuidados essenciais para que o paciente fique bem antes, durante e após a operação.

O estado geral de saúde do paciente também deve ser tratado com prioridade, por isso realizar um check-up incluindo exames laboratoriais e clínicos como eletrocardiograma, eletroencefalograma, dosagem de açúcar no sangue, hemograma completo, ureia, coagulação, entre outros é fundamental para uma cirurgia com o mínimo de risco possível.

Na primeira consulta, antes da cirurgia, o médico irá levantar todo o histórico do paciente para descobrir se a pessoa tem algum tipo de alergia, se sofre de insuficiência cardíaca ou se já passou por outra cirurgia. Logo após, o médico recomenda uma série de exames laboratoriais, pois são capazes de identificar problemas que podem interferir na hora da cirurgia.


Nos dias anteriores à cirurgia devem ser realizados todos os exames laboratoriais prescritos pelo médico, deve ser suspenso o uso de medicamentos anticoagulantes – como o ácido acetilsalicílico- e cigarro e bebidas alcoólicas, evitados. Sobre o uso de remédios é fundamental informar ao médico, todos os medicamentos estão sendo usados e ao longo de quanto tempo.

É importante salientar bem que mulheres que fumam após uma cirurgia (qualquer cirurgia) tem uma probabilidade de ter uma demora na cicatrização, problemas de infeccções e cicatrização.

Os exames pré-operatórios têm a finalidade de identificar os principais fatores de riscos cirúrgicos.

Os exames mais solicitados são:

Hemograma: o exame pode comprovar a presença de anemia, inflamações, leucemia, infecções viróticas e bacterianas.

Protoparasitológico de fezes: exame utilizado para o diagnóstico de parasitoses intestinais, com pesquisa direta de protozoários ou ovos de helmintos.

Urina Tipo I: diagnostica infecções urinárias, sendo dividido em três aspectos: avaliações físicas, químicas e microscópicas da urina.

Glicemia: teste útil no diagnóstico de hipoglicemias e hiperglicemias.

Colesterol: realizado para avaliar o risco de doença coronariana, em que níveis elevados podem estar associados aos processos ateroscleróticos.

Coagulograma: identifica a possibilidade de coagulação do sangue ou a presença de algum distúrbio.

Eletrocardiograma: é rápido e indolor e pode detectar problemas no coração, que podem causar algum tipo de transtorno durante a operação.

Raios-X de tórax e espirometria: em pacientes fumantes ou asmáticos a função pulmonar deve ser avaliada para evitar problemas durante a cirurgia.

Ureia e creatinina: avalia se as funções renais estão perfeitas.

Quando os exames apresentam alguma alteração, o médico deve tratá-la antes para que o paciente não corra riscos desnecessários durante a cirurgia.

  • Nunca omita nenhuma informação de seu médico. 
  • Faça uma lista com todas as dúvidas para serem sanadas antes da cirurgia.
  • Não se exceda em exercícios físicos, alimentos e não tome bebidas alcoólicas.
  • A menstruação não é impedimento à sua cirurgia, mas de preferência programe-a para fora do período menstrual.
  • Comunique ao médico qualquer atraso menstrual ou possibilidade de estar grávida.
  • Recomendamos usar roupas de algodão de fácil retirada no dia da cirurgia.
  • Comunique a seu médico qualquer problema como gripe, conjuntivite, herpes ou qualquer tipo de infecção que surgirem nos dias que antecedem a cirurgia.  
  • Providencie o sutiã modelar indicado pelo seu médico