Mamoplastia de Aumento - Técnica

Sejam as mamas muito pequenas ou muito grandes, caídas ou malformadas, a cirurgia estética pode ajudar bastante a corrigir a deformidade, devolvendo às mamas um formato bonito e natural e devolvendo para a mulher a autoestima.

Atualmente a cirurgia plástica para aumentar os seios com próteses de silicone tornou-se uma prática muito comum e natural.

O aumento das mamas consiste normalmente na inserção de um implante de silicone acima do músculo peitoral ou por trás do mesmo, tendo em vista o aumento ou melhora do formato da mama. 

A mama em si é formada pelo tecido gorduroso, glândulas mamárias ( tecido mamário ) e tecido conectivo fibroso sendo que seu volume e forma dependeram de vários fatores tais como a quantidade de cada um dos diferentes tipos de tecido: herança genética; idade; elasticidade da pele; número de gestações. 

O silicone é um material biocompatível com os tecidos humanos. Ele é usado na fabricação de implantes para articulações, marca-passos, válvulas cardíacas, lubrificantes e alguns medicamentos. A bolsa pode ser redonda ou oval, assemelhando-se à forma natural da mama. O silicone é atualmente o material mais seguro utilizado na confecção de próteses e há provas de que o mesmo não apresenta potencial cancerígeno.

A colocação da prótese de mama não interfere na lactação em caso de gravidez. Saiba mais.

Quem recorre a essa cirurgia geralmente sofre de hipoplasia, ou seja, possui seios pequenos em relação ao restante do corpo. A hipoplasia pode ocorrer na adolescência, ou devido a regimes muito severos ou até depois de uma gravidez (involução mamária pós-gravídica). Normalmente nesses casos, a hipoplasia vem acompanhada de flacidez na região. 

 Resumo Técnico

Nome técnico: Inclusão de Prótese de Silicone para correção de hipoplasia mamária
Nomes Comuns:  Aumento de mamas, mamoplastia de aumento, silicone  mamário, silicone nos seios, Prótese Mamária, Protese de Mama, Prótese de seios, Prótese de Silicone
Parte do corpo: seios
Idade recomendada: a partir dos 15 anos
Anestesia: Anestesia local, local com sedação, peridural.
Duração da cirurgia: em média de 1 hora a 3 horas
Permanência de internação: entre 8 e 24 horas
Cicatrizes: discreta e pequenas
Pré-operatório: exames de laboratório e arquivo radiográfico (mamografia)
Tamanhos mais usados:  500 a 300ml, pode ser maior ou menor, feito sobre encomenda
Quando é indicada: indicada para os pacientes com mamas pequenas ou que após amamentação tiveram grande redução do volume mamário, sem que houvesse ptose da mama (queda da mama).
Validade do Silicone: é extremamente grande, se não houver nenhuma alteração.
Locais onde é realizado: Geralmente hospital ou em clinicas especializadas.
Pós-operatório: um maior resguardo na primeira semana, deve-se evitar esforços com os braços por 1 mês, curativo em forma de sutiã durante 24 horas e evitar dormir de bruços durante 10 dias
Tempo de recuperação: 7 a 14 dias.
Quais técnicas são usadas: A prótese de mama pode ser colocada através de 3 incisões diferentes (periareolar = envolta da aréola, submamária = no sulco da mama ou axilar = através da axila). A localização da prótese também pode ser em dois espaços diferentes: embaixo da glândula ou abaixo do músculo.
Procedimento: consiste em colocar uma prótese de silicone à frente ou atrás do músculo peitoral. A incisão pode ser feita pela aréola, pelas axilas ou pelo sulco abaixo da mama (na dobrinha do seio).A mais indicada e mais feita atualmente é o corte abaixo do seio, pois não influencia no formato da prótese (o que pode acontecer com a incisão pela aréola) e a cicatriz fica mais escondida do que na incisão pela axila.
Complicações Possíveis: Apesar de raras, podem ocorrer: hematoma, infecção, extrusão da prótese, contratura da cápsula que é formada ao redor da prótese e problemas anestésicos.

Resultado Definitivo: O resultado quanto à forma já é bastante evidente no pós operatório. Durante o primeiro mês há a redução do edema (inchaço) e a cicatrização ganha força.

Como toda Cirurgia Plástica, o resultado definitivo da mamoplastia de aumento se dá após os 6 meses, devido ao amadurecimento da cicatriz. 

 

end faq

 
 
 

 

Neste vídeo o Dr. Luiz Anizio Wanna fala sobre silicones e mamas grandes, e os cuidados que as pacientes devem ter.