Instituto Wanna

Tratamento para sudorese axilar com Toxina Botulínica

Tratamento da Sudorese com Toxina Botulínica

 

Um simples abraço ou aperto de mão podem gerar constrangimento para quem sofre de Hiperidrose, ou seja, a produção excessiva de suor. A Hiperidrose atinge principalmente a axila, a palma das mãos e planta dos pés, mas pode atingir também a face, o couro cabeludo e outras regiões do corpo. 

A Toxina botulínica pode ser injetada na axila para bloquear temporariamente a sudorese axilar, podendo ser também aplicada nas mãos ou nos pés, sendo seu principal inconveniente a dor na aplicação.

É um tratamento feito no consultório, rápido e com um leve incômodo no local. Em geral, não há nenhuma complicação maior e o paciente pode manter as atividades cotidianas normais, pois não compromete movimentos e nem necessita de repouso.

Quando aplicado na pele, a Toxina Botulínica desliga o nervo da glândula sudorípara. É como se desligasse a luz no interruptor da parede. O nervo fica absolutamente normal e a glândula de suor também, mas não há passagem do estímulo que provoca o suor. Como a Hiperidrose é apenas uma abundância de suor, a Toxina Botulínica é capaz de abolir temporariamente a a sudorese axilar.

A toxina botulinica é aplicada com agulha ponto a ponto, em toda região das mãos e dos pés, e se for o caso, nas axilas. Com o bloqueio da glandula de suor uma suspensão de cerca de 80% da sudorese nos locais onde a toxina é aplicada, sem causar nenhum efeito colateral, uma vez que a pessoa continua suando no restante do corpo.

Antes de definir os pontos que receberão o medicamento, é realizado um teste com tintura de iodo e amido – chamado teste de Minor – que busca identificar as áreas afetadas pelo suor excessivo.

O médico irá determinar e demarcar os pontos nas áreas onde será feita a aplicação da toxina, geralmente distantes em pelo menos um centímetro entre si.

Onde pode ser aplicado a toxina botulínica

  • Axilas
  • Pés 
  • Mãos

A aplicação de Toxina botulina não elimina o cheiro pois, é indicado para a paralisação somente da glândula da sudorese e a glândula que causa o cheiro não é a mesma. 

Risco do tratamento

Não existe risco de ficar sem transpirar pois, a transpiração é feito em todo corpo, e a aplicação da toxina é em local especifico em que esta havendo a sudorese em excesso, servindo para diminuir aquela hiperatividade da musculatura e da glândula, não impedindo a transpiração de todo o corpo.

A toxina botulínica para tratamento da hiperidrose não deve ser usada em grávidas, em pessoas que apresentem doenças musculares e neurológicas e também em quem está tomando antibiótico tipo aminoglicosídeo.

O efeito da Toxina Botulínica dura em torno de 6 meses.

Como é feito o procedimento aplicação da toxina botulinica para tratar a sudorese axilar

O procedimento é realizado sem internação, no ambiente do consultório médico. O resultado é possível porque as glândulas sudoríparas liberam o suor quando em contato com uma substância chamada Acetilcolina. A Toxina Botulínica impede a liberação dessa substância e consequentemente, a produção do suor é reduzida. 

Pode ser usado um tópico anestético para diminuir a dor da aplicação. O efeito da Toxina Botulínica dura em torno de 6 meses.

Após a aplicação, o paciente pode retornar as suas atividades normais no mesmo dia, na maioria dos casos. Este tipo de tratamento não é definitivo, mas reaplicações podem ser feitas. 

Converse sempre com seu médico, ele fará uma avaliação individual e detalhada indicando o melhor tratamento.

Contraindicações no tratamento de hiperidrose nas axilas com toxina botulínica

O uso da toxina botulínica é contraindicado, inclusive no tratamento de hiperidrose nas axilas, nos seguintes casos:

  • Reação alérgica anterior a um tratamento com toxina botulínica;
    ● Inflamação de qualquer natureza na área onde a injeção será aplicada;
    ● Grávidas e mulheres amamentando